“Meus pais e minha namorada estiveram do meu lado o tempo inteiro” – Dylan O’Brien sobre sua recuperação

Dylan O’Brien finalmente se sente a vontade para falar sobre seu acidente no set de A Cura Mortal em março de 2016. Durante a turnê de divulgação de seu novo filme, O Assassino: O Primeiro Alvo, o ator tem dado entrevistas onde nos conta detalhes sobre sua recuperação, seus medos e suas dificuldades durante a preparação para o filme. Em entrevista para a revista PEOPLE, Dylan conta como o apoio de sua família e de sua namorada foram essenciais no período mais difícil de sua vida. Confira:

Dylan O’Brien está de volta a ação no novo filme American Assassin- depois de uma jornada difícil de recuperação após seu quase trágico acidente em 2016 no set de Maze Runner: A Cura Mortal.

“Eu estava em um estado muito frágil e vulnerável” Dylan, 26, conta a PEOPLE na última edição sobre seu estado mental e físico depois de acidente nas filmagens que o deixou com uma concussão e fratura facial, entre outros ferimentos. “Eu não queria ninguém se metendo e você fica com raiva por causa disso e você já estava antes. Eu cheguei em um estado que eu estou ok com isso, mas certamente foi um ano difícil.”

O ator, que primeiramente ficou famoso pela série da MTV Teen Wolf, recusa-se a contar detalhes do acidente (alegadamente, ele foi arremessado de um veículo e ficou preso em outro enquanto filmava em Vancouver) mas descreve os meses seguintes como muito nebulosos. “Eu definitivamente lembro do que aconteceu, ” ele diz, “eu perdi detalhe quando desmaiei por causa do impacto basicamente. A memória do que aconteceu – a coisa mais estranha sobre isso é que eu aprendi que seu corpo é mais consciente do que aconteceu com você mesmo que você, de certa forma, não esteja. Como você tivesse essa reação incontrolável para uma situação tipo que você não prevê ou espera. Você não tem consciência da situação até algumas semanas, é basicamente isso. ”

Dylan menciona o suporte dos seus amigos e familiares- especialmente seus pais e sua namorada, Britt Robertson – por tê-lo ajudado superar o trauma e focar na sua recuperação.
“Meus pais e minha namorada estiveram do meu lado o tempo inteiro, ” ele conta. “Minha namorada esteve comigo a cada passo do caminho, até na cama de hospital, ela é uma santa. Ela também viajou tão rápido para o Canadá, eu nem sabia que isso era possível e estava lá nas primeiras vezes que abri os olhos.”

Sentado de frente para O’Brien agora, você nunca suspeitaria que ele passou por algo tão traumático há pouco tempo- especialmente devido ao seu atletismo e treinamento estilo militar em O Assassino: O Primeiro Alvo, que estreia nessa sexta (nos Estados Unidos). Entretanto, Dylan comentou que ele considerou a possibilidade de nunca mais atuar.

“A primeira vez que vi meu rosto, eu estava tipo, ‘É isso, ’”, ele admite. “E então, mesmo passando seis meses fora disso e em recuperação e tão longe de melhorar, você se encontra em um estado onde questiona tudo. Eu definitivamente passei por um período no qual não sabia qual seria meu futuro. ”

Dylan está extremamente orgulhoso do trabalho físico e mental que ele teve para se preparar para literalmente lutar em American Assassin, baseado nos populares livros do falecido autor, Vince Flynn. Ele interpreta o recruta clandestino Mitch Rapp.

“Eu tenho muito orgulho de ter feito isso,” ele diz. “Foi o momento mais assustador para pular em algo como isso para mim. Eu realmente tive que me esforçar e sei que isso foi normal e que eu necessariamente não iria querer fazer. Mas, no final, eu esperava que fosse uma coisa positiva para mim, e foi. Para sempre será uma experiencia que estará próxima ao meu coração por essas razões.”

O ladrão de cena de Teen Wolf fala que ele aprendeu muito sobre seus próprios limites pessoais e tem uma nova visão do que ele valoriza na vida e no trabalho.

“É estranho porque foi a pior experiencia da minha vida mas, ao mesmo tempo, te traz muitas coisas positivas que você não esperaria, como muita iluminação e crescimento como pessoa, ” ele explica. “Eu aprendi muito sobre uma situação traumática e o que faz com você. Realmente te aproxima da sua família e das pessoas amadas.”

Ele também está aprendendo a viver no momento e passar tempo de qualidade com amigos – mesmo se isso significar alguns olhares e celulares focados nele.

“Eu realmente tento viver mais a minha vida, em algumas maneiras, eu me privava anteriormente, ” diz O’Brien. “Apenas sair e ver amigos, não ficar preso na minha casa porque eu não quero que tirem fotos minhas ou algo do tipo. Eu tentei me desligar um pouco disso e aceitar que vai acontecer comigo e não me impedir de fazer o que eu quero fazer, como eu fazia no passado.”

Tradução: Equipe Dylan O’Brien Brasil

Estamos muito felizes e emocionados com essa superação do Dylan e pelo fato de ele ter tido pessoas maravilhosas ao seu lado o tempo todo. Nosso menino tem uma grande carreira pela frente e mal podemos esperar para ver onde ela o levará.

O Assassino: O Primeiro Alvo estreia dia 21 de setembro nos cinemas brasileiros, pela distribuidora e nossa parceira, Paris Filmes.